Benefícios do voluntariado para as crianças

A sua família pode fazer a diferença!

25

Fazer voluntariado para ajudar outros pode mudar a sua família, melhorar a sua comunidade e até tocar vidas do outro lado do mundo.

Ao dar o seu tempo em serviço a outros, tem a oportunidade de mudar a vida das pessoas em necessidade, e também a possibilidade de receber benefícios que serão transformadores da sua própria vida. Fazê-lo com a sua família pode ajudar os seus filhos a tornarem-se adultos que gostem de dar, de partilhar; adultos empenhados que têm consciência do mundo em que vivem e da forma como as suas ações o afetam.

A família Rankins começou a fazer a diferença quando o seu filho mais velho, que tem agora 9 anos, começou a ser maltratado na escola. Juntos, os Rankins (pai, mãe e quatro filhos) deram início ao movimento “Podemos fazer a diferença”, que usa um inovador programa anti-violência e anti-maus-tratos, com encenações, música e poesia para atrair e envolver as crianças das escolas primárias locais.

A mãe diz que “dar vida a este movimento foi uma bênção para toda a família, a muitos níveis. Permitiu que todos nós contribuíssemos com as nossas ideias e criatividade. Os nossos filhos têm 4, 5, 8 e 9 anos, e vê-los todos unidos e a falarem contra os maus-tratos foi encorajador.”

A Dra. Farzanna Haffizulla também viu uma mudança nos seus filhos depois de estes terem participado juntos em projetos da comunidade. “Afastá-los de uma mentalidade consumista e egocêntrica tornou-os mais cuidadosos acerca do que comem e de como evitar desperdícios”, diz ela. “São mais sensatos acerca das coisas que querem comprar, pensando duas vezes sobre pedir-nos para comprarmos demasiados brinquedos ou jogos de vídeo.”

7 benefícios do voluntariado para as crianças

As crianças e os adolescentes que praticam o voluntariado juntamente com as suas famílias têm a oportunidade de:
• Aprender na prática lições que não se podem ensinar nos livros ou na escola.
• Se relacionarem com a comunidade e de pensarem para além de si mesmos.
• Sentir a alegria de ajudar outros.
• Desenvolver autoestima e satisfação em si mesmos e no seu trabalho.
• Desenvolver traços de caráter, como compaixão, generosidade e integridade.
• Desenvolver capacidades que lhes serão úteis na escola e mais tarde na vida no local de trabalho, incluindo serem confiáveis, capazes de liderar, de serem independentes e resolver criativamente os problemas.
• Se unirem como família para alcançarem um objetivo.

Que diferença pode a sua família fazer?

Aqui ficam alguns exemplos de grandes oportunidades de voluntariado:

Adotem” um/a avô/ó

Vejam se já existe algum programa ou façam um plano com um lar de idosos. Ao “adotarem” um idoso, a vossa família pode estar presente para alguém cuja família não o possa visitar. Vocês e os vossos filhos podem partilhar histórias, jogos, lanches e outras atividades familiares com a pessoa “adotada”, animando todas as pessoas envolvidas.

Terapia com animais

Descubram um programa que vos permita partilhar o vosso animal de estimação amistoso com pessoas idosas em lares ou acamadas. Isto é uma coisa que Denise Winston e a sua família fazem há anos: “Todos os Sábados, levamos os nossos cães a lares de idosos e passamos tempo com os residentes e doentes. É uma sensação muito boa ver como eles desfrutam dos cães: é algo físico, mental e emocional para eles. É uma maneira extraordinária de dar algo mais valioso do que dinheiro – dar o nosso tempo.”

Férias como voluntário

Se estão a planear, ou se estão a ter, umas férias em família, porque não incluir uma área de voluntariado? Muitas organizações oferecem atualmente oportunidades para experimentar e ver lugares e culturas internacionais, enquanto ajudam a população nativa ou o ambiente. Poderiam vir a ajudar dando aulas de Português, jogando futebol com as crianças locais ou protegendo ovos de tartaruga dos seus predadores.
Sigam os interesses dos vossos filhos

Envolvam os vossos filhos na escolha de projetos de serviço para participarem. Tenham em conta os seus interesses e motivações. Proponham várias opções entre as quais eles possam escolher. O voluntariado pode ser uma excelente oportunidade para as crianças mais velhas e os adolescentes descobrirem o que gostam de fazer, e pode até dar uma orientação à sua escolha de uma carreira. Os adolescentes mais velhos também deveriam ter a oportunidade de se voluntariarem em ambientes seguros, com amigos ou sozinhos, e isso pode desenvolver a confiança e permitir que eles adquiram capacidades e interesses longe do ambiente familiar.

Além destas sugestões, existem muitas outras hipóteses de servir e de ajudar quem necessita. Uma busca na Internet proporcionará um leque alargado de organizações e de oportunidades de voluntariado, a nível nacional e não só.
Desde o apoio a pessoas sem-abrigo até à visitação a pessoas doentes acamadas ou incapacitadas, idosas ou necessitadas, passando pela ajuda com roupas, etc., há um mundo que sofre e que espera por uma mão ajudadora e amiga.

Seja essa mão, e leve os seus filhos a valorizarem o que realmente tem valor: o ser humano.

você pode gostar também Mais do autor