forbrukslån | billig forbrukslån | forbrukslån

Karlovy Vary: um paraíso termal

63

É uma estância termal que parece saída de um sonho feliz… Não lhe falta nada: o verde em todo o seu redor, o casario mimoso atravessado pelo rio, os jardins deslumbrantes, as fontes de água medicinal a cada esquina, os banhos termais e spas para todos os gostos, uma boa gastronomia e uma simpática oferta cultural.

Quem pensa na República Checa imagina de imediato Praga, a cidade de Kafka e das cem cúpulas, dominada pelas pontes que atravessam o Moldava, pelo Castelo e pela praça da cidade velha com o seu relógio astronómico. No entanto, ali tão perto, a cerca de 120 quilómetros da agitação da capital, há um recanto delicioso que vale a pensa ser visitado: Karlovy Vary.

Encontramos a cidade aninhada na base de um fundo vale, com o rio Tepla a serpentear pelo meio dela e as ruas onde se perfilam as casas estilo art nouveau e art déco de cores garridas e janelas com vasos floridos.

Fundada em 1350 pelo Rei boémio Carlos IV – que se diz que descobriu o local de umas muitas das nascentes durante uma caçada – é uma das mais famosas cidades termais da Europa. Às águas são atribuídas poderosas propriedades medicinais que, embora sejam usadas para muitos fins, são especialmente indicadas para problemas do sistema digestivo e desordens metabólicas.

Afamada desde a sua fundação, ainda na idade média, foram muitos os notáveis que por ali passaram ao longo dos séculos em busca de cura para o seu mal-estar ou, simplesmente, em busca de descanso e inspiração, como por exemplo, Goethe, Beethoven, Gogol, Wagner, Marx, Freud e Strauss.

Hoje em dia, recebe turistas de todo o mundo e continua a ser um destino cosmopolita frequentado predominantemente por classes altas de países europeus, da Rússia em particular. De resto, um dos pontos de visita obrigatórios é a igreja ortodoxa russa de São Pedro e São Paulo, com as cúpulas douradas que se destacam da restante paisagem.

Espaços verdes não faltam nesta cidade termal: ao longo do rio, nos parques e pequenos jardins, nos hotéis, nas casas e nas esplanadas o verde domina. Mas os jardins do complexo termal valem particularmente a pena, pela extensão, pela beleza, pelos passadiços empedrados com arcadas e colunatas.

Mas embora o verde tenha um especial destaque na vida da cidade, é a água que a domina e são muitos os sítios e as formas de a aproveitar: nos tradicionais balneários termais, nos muitos spas, ou simplesmente numa das mais de 10 fontes dispersas pela cidade que jorram águas termais e estão disponíveis ao mero estender de caneca (sendo que por aqui, quase toda a gente anda de caneca na mão).

Mas esta cidade, património da UNESCO, tem também uma vida cultural e de oferta de entretenimento muito ativa com concertos frequentes nos jardins, o Festival Internacional de Cinema, casino e museus.

 

8 dicas obrigatórias para quem vai a Karlovy Vary:

1_ Espreitar os famosos cristais Moser que são aqui produzidos, seja nas lojas, seja no museu.

2_ Espreitar o majestoso Grandhotel Pupp, um luxuoso hotel que serviu de cenário ao filme do 007 – Casino Royale.

3_ A fonte Vridlo, um géiser no edifício termal que lança jatos de água até cerca de 18 metros de altura.

4_ Visitar a igreja ortodoxa de São Pedro e São Paulo, de 1898, inspirada na igreja de Moscovo, com traços bastante peculiares.

5_ Visitar o miradouro de Diana, no ponto mais alto da cidade, onde pode chegar de funicular e apreciar uma vista deslumbrante sobre a cidade.

6_ Passear à sombra da colunata Mlýnská enquanto toma uma chávena de água termal de umas das fontes para por ali se encontram.

7_Nem que seja apenas para provar, tomar um cálice de Becherovka, um licor de ervas criado em Karlovy Vary que, segundo dizem, facilita a digestão e que pode ser tomado como aperitivo ou digestivo.

8_ Comer das bolachas típicas da cidade, as Spa Wafers, que se encontram em qualquer café ou barraquinha de rua . São semelhantes a uma hóstia com cerca de 30 cm de diâmetro, muito fininhas e comidas quentes. O sabor tradicional é a baunilha mas não faltam também as opções de chocolate, café e amêndoa, entre outras.